Dicas de Estilo · MODA e ESTILO

Estilos Universais – Clássico/Tradicional

Nunca é demais lembrar que, cada um de nós, pode acumular até três tipos de estilos universais da moda e agrupá-los com os toques da sua personalidade, dando forma ao seu estilo pessoal. Apesar de haver conceitos de caráter geral, que nos ajudam a pertencer a algum grupo, o que propomos é que você encontre o seu jeito de aplicar o geral, tornando-o particular, seu! Por isso, estudar sobre você mesma, pensar em autoconhecimento, praticar a autoanálise é tão importante no processo da consultoria de estilo. Não consigo imaginar este trabalho de forma mecânica, sem estes aspectos atrelados em todo procedimento…

Mas para conhecermos o particular, precisamos das informações gerais, não é mesmo?

Continuando a nossa série, hoje falaremos do Estilo Universal – Clássico/Tradicional

#Clássico/Tradicional

A pessoa que se encaixa aqui é mais conservadora e não quer ser o alvo de julgamentos (nem estéticos e nem de nenhuma outra forma). Está apegada à tradição, a modos e costumes já consolidados. Traz consigo uma sobriedade natural, uma discrição, uma seriedade implícita e muita sensatez, que em muitas ocasiões, denota profissionalismo, grande capacidade para multifunções, organização, confiabilidade e ordem.

Em se tratando da moda, estamos diante de um espírito mais maduro (independente da idade), não muito disposto a riscos ou, em alguns casos, pouco criativo para inovar na sua aparência. Por isso, evita novidades. Está pouco ligado nas tendências da moda. O máximo que arrisca, talvez seja um comprimento que lhe favoreça, ou um tecido com uma certa textura nova, porém sem extrapolar os limites da sobriedade (que pode limitar a sua criatividade) e por aí vai…tudo com muita parcimônia.

É uma mulher que está busca de uma imagem ilibada, acima de suspeitas, digna de respeito e confiança, na qual uma certa rigidez é imposta por si mesma, em primeiro plano e pode ser necessária, por ocasiões de trabalho. Mas ela está lá. A regra é manter a formalidade e por isso não opta muito por mistura de cores, principalmente se forem contrastantes, com exceção do preto e branco. Prefere os tons naturais, sóbrios, tom sobre tom, tons pasteis. Muito pouco brilho (talvez num detalhe bordado).

É adepta da qualidade. Sabe garimpar peças atemporais e livres de modismos acentuados. Gosta de tecidos naturais, como seda, linho, viscose e algodão. Prefere as estampas e padronagens clássicas como poá, risca de giz,  espinha de peixe,  chevron,  pied de poule, pied de coq, a da Burberry e os xadrezes discretos. Ama as roupas de alfaiataria, de usar conjuntos, de combinar tons entre a roupa e os acessórios. Preocupa-se com a modelagem, o acabamento e a durabilidade da peça. Investe em bons acessórios como bolsas estruturadas, scarpins confortáveis e outros que possam combinar com tudo…ou seja, como o próprio nome já diz, os clássicos. O indispensável é ter um guarda-roupa básico, clean, durável, porém de muita qualidade.

A ícone deste estilo nos dias de hoje é a princesa Kate Middleton, que mantem o conservadorismo, que é inerente a sua vontade, sem deixar de ser sorridente, carismática, leve e feliz como lhe parece familiar. E se for tudo uma encenação, ela faz lindamente e merece uma estatueta….rsss. Eu gosto dela 🙂

Dava para fazer o post todinho só com imagens dela, mas para não inflar ainda mais este esteriótipo, busquei imagens de pessoas de todos os tipos para ilustrar o estilo…. Assim, você também não precisa se rotular! 🙂

# Jeans &Camisa Branca (e vice-versa)

 

Há dupla, mais clássica e ao mesmo tempo moderna, do que a boa e velha combinação de jeans com camisa branca? E vice-versa? É uma relação de amor e sucesso que transcenderá gerações….rsss! Não tem como dar errado. Para não cair no óbvio (porque muita gente pode até entender como um look básico esportivo), busque por modelagens perfeitas, com bom caimento, tecidos impecáveis que darão todo o Statement (poder) ao seu look e, se possível, arremate com sapatos de salto com bico fino, de preferência, bem característicos deste estilo. Mas não se preocupe tanto com os esteriótipos. Lembre-se sempre de fazer do seu jeito.

Falando em bons tecidos e boas modelagens, esta primeira foto é com a estilista Paula Martins, que participava do Troca de Estilos, com Gabi Amarantus que passa no Discovery Home & Half. Ela é ótima e tem uma grife de camisas atemporais, que são lindas. A.Camisa Vale à pena conferir!!

# Alfaiataria & Conjuntinhos

Outro ícone do momento que também pertence ao clássico-tradicional é a Rainha Letizia da Espanha, que antes de se casar com o Rei Filipe VI era âncora de telejornal. Aos 44 anos, representa uma mulher clássica, mas ao mesmo ousa algumas modernidade e é super elegante (viu as misturas de estilo?) – Linda, linda, linda!!

# Dia a Dia

# Vestidos

São bastante auto-explicativos também. Nada de grandes arroubos. É uma feminilidade prática, contida e naturalmente elegante, sem a introdução de truques de Stylish.

De uma maneira geral é um estilo que é considerado base, para você introduzir pitadas de outros estilos e dar a sua cara. Lembre-se que podemos misturar até 3 estilos. Mais que isso vira um samba lê lê!! Mas é questão de gosto também…né?

Conte-me se você pertence a este estilo, se usa ele “puro”, se gosta ou se é por falta de opção ou dificuldade em misturá-lo com outros. No que eu puder ajudar, estou aqui!!

Um Super Beijo,

Rose Prado

Rose Prado

Rose Prado

Designer de Moda, Pesquisadora de Moda e Consultora de Estilo e Gestora de Negócios de Moda
Rose Prado

Últimos posts por Rose Prado (exibir todos)

Vou amar ler e responder ao seu comentário ?