MODA e ESTILO · Tendências e Dicas de Moda

Estilos que nunca saem de moda #EncontreSeuEstilo

Que a moda vai e vem, isso não é novidade para ninguém. Mas você tá por dentro de quais são os estilos que nunca saem de moda? Hoje em dia, em tempos de consumo consciente X moda inteligente é fundamental sabermos quais são os estilos atemporais. E eu os chamo de estilos, porque na minha visão, deixaram de ser tendências e passaram a fazer parte do cotidiano de muitas pessoas estando ou não na moda. Por esse motivo também, estão livres das delimitações de uma época e por isso, atemporais.

Você pode até não se identificar com todos eles e isso é super normal, mas aqui nesse post, você vai verificar cada tendência que virou “estilo”. Assim, vai poder avaliar as peças na hora da compra ou mesmo quando pensar em se desfazer delas e ver se elas realmente valem à pena ou não! Eu considero isso muito importante. E você? (Me fala nos comentários)

Vou classificá-las por ordem alfabética, tá bom!

ESTILOS QUE NUNCA SAEM DE MODA

#Animal Print

As famosas estampas de oncinha, leopardo, zebra, croco, girafa, vaca ou de piton (que é de cobra) estão sempre rondando as passarelas, as ruas e o style das fashionistas. Se a sua peça tiver uma modelagem um pouco mais clássica e for de qualidade, ela sempre se encaixará no circuito fashion

O que vai mudando de uma temporada para outra, é justamente a modelagem ou a forma de usar e combinar com outras coisas. Mas você pode tranquilamente – e eu sugiro isso,  impor o seu estilo e dar a sua identidade à forma de uso da sua peça (e isso vale para todos os estilos que vou citar aqui) e resgatar a sua peça para os dias atuais da moda.

estilo estilo

#Floral

Esta estampa está claramente mais associada ao verão, mas o gosto pelas flores é tão grande, que até mesmo para o inverno já temos as suas propostas. O que muda de uma temporada para outra são as suas versões. Oras maiores, outras menores. As vezes mais tropicais outras mais bucólicas, e assim por diante… Mas essa diferença é muito sutil e notada apenas pelos mais antenados com a moda. Por isso, sugiro que tenha uma estampa floral com fundo escuro e outra com fundo claro, para você adequá-las melhor às situações/ocasiões e não propriamente por estarem na moda ou não.

É super importante ficar atento às proporções de acordo com o biotipo de cada um. Por exemplo, pessoas maiores,  mais largas ou plus size ficam melhores com estampas de pequenas a médias, pois elas se diluem na área do seu corpo. As estampas mais graúdas vão dar uma impressão de uma maior área de preenchimento e formar um bloco. Mas isso não é mais uma regra e sim uma sugestão em termos de harmonia visual. Hoje em dia você é livre para montar as suas composições, de acordo com o seu jeito e a sua identidade. #Vivaaliberdade.

estilo

#Hippie Chic

Muitas pessoas o adotam como estilo próprio de se vestir, fazendo dele a sua própria identidade visual. Está super ligado aos movimentos de liberdade de expressão dos anos 70, como no festival de Woodstock e hoje sendo o traje, digamos assim, para os festivais de música como o Coachella.

Mas acredite, a maioria das pessoas usa este estilo sem nem saber disso e sim porque é também uma moda super confortável e muito prática. Também conhecidas como Gipsy, Folk ou Boho, as suas diferenças são muito sutis, todas revelando o mesmo senso estético associado à liberdade, amor à natureza e seus elementos e muito conforto.

estilo

#Lady Like

Este é o estilo que revela a feminilidade de todas as formas. As suas principais características são: saias rodadas, sapatilhas ou sandálias de salto alto e cintura marcada e está evidentemente muito associado ao estilo universal Romântico. Você não precisa ser necessariamente romântica para usar este estilo. Você pode combiná-lo com referências de outros estilos e dar a sua cara para o seu Lady Like.

Por ter uma “carinha” mais vintage, muita gente o associa a uma moda para mulheres mais velhas ou do tempo da vovó… mas aí é que está o engano. Atualmente é super usado por celebridades fashionistas e gente de todas as idades. Eu particularmente, amo!!!

estilo

#Militarismo

Enquanto o Floral está mais associado ao verão, o Militarismo está para o inverno. Mas da mesma forma que no anterior, atualmente já encontramos várias propostas para a estação oposta também.

É um clássico sempre revisitado, onde o que muda as vezes são as tonalidades dos verdes ou cáquis e a implementação de um ornamento ou outro. Mas no geral, aquela parka, colete ou jaqueta verde oliva que você tiver aí, poderá ser usada tranquilamente, desde que você tenha a percepção de como misturá-la a outros elementos da moda atual.

estilo

#Minimalismo

Depois da overdose e mistura de elementos como cores, estampas e texturas dos anos 80 e 90 os Anos 2000 pediram um pouco de paz e respiro… Daí a moda ficou mais simplificada, reta, elegante e sofisticada e isso não saiu mais de moda. Assim como no estilo Hippie Chic, muitas pessoas o adotam como estilo da sua identidade visual, por conta de todos os atributos já citados.

Porém, peças características  do Minimalismo também são muito usadas como contraponto (ou a peça básica) na composição de outros estilos, como o Atlheisure – que é o esportivo chique ou no Hi-lo (que é quando fazemos a mistura dos extremos – caro com barato, chique com brega, básico com sofisticado).

estilo

#Navy

Também muito associado ao verão, mas não necessariamente, o Navy é derivado do universo marítimo e todos os elementos e cores que o compõe, como as listras, os cordões, os nós, as âncoras e a tonalidade dourada, entre outras.

Mas assim como nos outros estilos  há também as peças que nunca mesmo saem de moda, como as blusas e vestidos listrados, as espadrilhes (que são aquelas anabelas com cordas ou cortiças), o chapéu de palha, e as cores azul marinho, vermelho e branca…

É um estilo notadamente sofisticado, mas que pode ser composto com peças básicas adquiridas em lojas de departamentos ou brechós. Então é só apurar o senso estético e fazer boas escolhas, que tragam qualidade, para garantir o caráter de atemporalidade, pois aqui, a ideia também é de termos peças duráveis.

estilo

# Preto & Branco

Essa combinação de cores que um dia foi tendência, hoje foi encorporada a todos estilos. Não existe uma que seja mais fácil e que fique bem para todos o tipo de pessoa, e hoje é verdadeiramente um dos estilos que nunca saem de moda.

O Preto e Branco, mesmo representando um alto contraste em suas tonalidades, traz em sua combinação tanto entre as cores sólidas quanto nas suas estampas, a versatilidade de poder ser usado por qualquer estilo e em qualquer idade, em todas as culturas, por isso ao mesmo tempo que é moderno, é também clássico e imortal.

estilo estilo

#Poás

Assim como veremos no Xadrez mais adiante, os Poás (Polkadots ou bolinhas) é um exemplo de estampa que deixou de ser tendência para ser incorporada a inúmeros estilos que nunca saem de moda. O que muda de uma temporada para outra é que as vezes estão menores, em outras maiores e por vezes, misturadas ou alguma cor específica mais em destaque do que outras.

Ela pode ser o elemento principal de um look mais clássico, ou ser o detalhe de um look mais despojado e criativo, assim como viajar pelos visuais mais vintages ou pelos mais básicos, esportivos ou minimalistas….enfim, o que importa é ter aquela peça básica de poás, que pode ser uma camiseta, um vestido ou mesmo um sapato para que você consiga fazer a composição mais adequada para você.

estilo

#Total Jeans

Não só naqueles momentos em que estamos com preguiça de montar o look, a proposta do total jeans pode vir cheia de informações de moda. Tudo vai depender da sua composição.

Ter peças jeans, que se combinem ou não entre si no seu guarda-roupa é certamente um curinga guardado nas mangas. A mistura entre elas pode ser mais básica e clássica, usando as mesmas tonalidades (ou bem parecidas), ou pode haver mistura de tonalidades, lavagens, acabamentos e até mesmo de estampas. Ou seja, tudo vai depender se a sua identidade visual comporta ou não tais misturas e em que níveis elas são suportadas por você.

A dica é investir em peças de qualidade para que elas sejam muito duráveis e em modelagens não tão extravagantes para que elas também possam garantir o caráter da atemporalidade.

#Xadrez

É uma das estampas mais antigas que se tem notícia na história, assim como o animal print, pois as primeiras indumentárias foram feitas com peles de animais.

A todo momento alguma das padronagens do Xadrez está no auge da moda, só que em novas modelagens. Essas por suas vez, nunca saem de moda, mas vez por outra, tem alguma que está mais em alta do que a outra, como vimos o boom do Príncipe de Gales no último verão. Porém, estar usando xadrez é também simbolo de modernidade. Então há duas opções: uma mais exagerada e outra mais possível.

A exagerada: para garantir que você sempre tenha um pé na moda atual, tenha uma peça com modelagem básica de cada padronagem do xadrez (eita, são pelo menos 10 tipos de xadrez).

A possível: escolha as padronagens que são mais usadas e/ou as que você mais gostar e opte por peças mais básicas e duráveis também. Assim, mesmo que você não esteja usando o Xadrez da vez, estará dentro do estilo super moderno representado por ele.

estilo

Agora que você já conhece todos os estilos que nunca saem de moda, é só prestar bastante atenção na qualidade e na modelagem da peça que está adquirindo para que ela realmente assuma o caráter de atemporalidade. Ou seja, peças que você poderá introduzir e misturar com os elementos da moda do momento, mesmo que a sua já tenha muita história para contar.

Se tiver interesse em se aprofundar nesse tema, veja essa outra matéria, do Dicas de Mulher que traz esse assunto com outra abordagem.

Um Super beijo, fofoletes!!

Rose Prado.

Rose Prado

Rose Prado

Designer de Moda, Pesquisadora de Moda e Consultora de Estilo e Gestora de Negócios de Moda
Rose Prado

2 comentários em “Estilos que nunca saem de moda #EncontreSeuEstilo

    1. Oi Cris. Que bom que tenha gostado do conteúdo. As vezes os meus posts saem um pouco longos demais, mas é que sou uma pessoa que amo dividir conhecimento e as vezes ser muito resumida envolve deixar de fora alguns detalhes que acho importante. Fico feliz que tenha achado o conteúdo rico. 🙂

Vou amar ler e responder ao seu comentário ?